segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Resenha: No Início Não Havia Bob - Meg Rosoff (+16)

Olá meus queridos, tudo bem com vocês?
Vamos começar nossa segunda-feira com animação e um resenha muito gostosa <3
A resenha de hoje é um livro publicado pelo selo Galera da Editora Galera Record.
O livro é da autora Meg Rossof e ele se chama: No Início Não Havia Bob.

O livro conta a estória de como Deus foi escolhido e de como ele criou o mundo. É mais ou menos uma paródia.
Deus se chamava Bob, e ele tinha um conselheiro que se chamava Sr.B. Ele fazia de tudo para que o mundo não se destruísse com as aventuras amorosas de Bob.
Bob só queria saber de dormir, comer e ter relações sexuais com as humanas. Ele adorava aparecer como divindade e faze-las se apaixonarem por ele.
Porém depois que Bob conseguia o que ele queria, ele entrava em uma desilusão amorosa, que na maioria das vezes era a explicação para os desastres naturais que ocorriam no mundo.
Então, se ocorria um tsunami, era porquê Bob tinha terminado um romance.
O Sr. B não aguentava mais esse tipo de atitude de um adolescente. Sim gente, Deus era um adolescente hahahaha.
Em meio a toda essa bagunça Bob se apaixona por Lucy, e se vê determinado em conseguir algo mais do que apenas beijos românticos com ela. Porém, ele está convencido de que com ela será diferente, pois ele se vê apaixonada por ela.

Sinopse do livro: No Início Não Havia Bob
E se Deus fosse um adolescente? Após ganhar a Terra num jogo de pôquer, a deusa Mona resolve delegar a seu filho, um insolente e mimado adolescente, o novo planeta. Bob, preguiçoso demais para gastar muito tempo com isso, cria tudo em seis dias e a partir daí joga todo o trabalho para cima de seu assistente, o frustrado Sr. B. Quando os problemas começam a aparecer, sobra para ele limpar a bagunça. E o fato de Bob ter criado os humanos à sua imagem e semelhança também não ajuda. Como um planeta cheio de criaturas tão gananciosas e intolerantes pode sobreviver? Como não bastasse, Deus está obcecado por uma garota mortal: Lucy, assistente em um zoológico. E a cada encontro a Terra é afetada pelos sentimentos de seu criador. Dominado por desejos intensos, Bob começa a causar verdadeiras catástrofes em seu planeta. Desesperado, conseguirá o Sr. B. salvar a Terra de seu próprio Deus?

Só posso direr que dei várias risadas com esse livro. Além dele ser bem louco, engraçado e surreal, ele é muito fofo.
Afinal quando é que vamos pensar em um Deus que se chama Bob, que é adolescente, e que só pensa tem ter relações sexuais com as humanas? meio Bizarro né?
Eu amei esse livro, e SUUUPER recomendo ele para vocês!!

Livro: No Início Não Havia Bob
Autora: Meg Rosoff
Editora: Galera Record
Páginas: 240

Beijinhoooos <3