sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Resenha: Perdão, Leonard Peacock - Matthew Quick

Olá meus lindos leitores, mil desculpas pelo sumiço. Sabem como é né? ano de vestibular, é tudo corrido.
Mais estou de volta com muito gás, e muitas resenhas pra postar pra vocês.

Hoje falarei sobre o livro do TOP da balada, Matthew Quick. Esse livro não é lançamento nem nada, mais ele é uma ótima leitura.


Bom, dizem que o cérebro humano tem a capacidade de diferenciação de cores, e as primeiras que chamam a atenção é o vermelho e o amarelo. Será mesmo? hahaha Quando vi esse livro eu simplesmente falei "eu quero", e pra variar um pouco, eu comprei kk.

Esse livro fala basicamente sobre um menino chamado Leonard, que vive uma vida complicada. Ele é diferente.
O livro é baseado no dia do aniversário de Leonard, ele acorda com um objetivo em mente, assassinar o ex-melhor amigo com a P-38 de seu avô, e depois se suicidar. Mas pra antes mesmo isso acontecer, Leonard prepara quatro embrulhos, presentes que serão dados as quatro pessoas que ele se importa, afinal ele não quer ir embora deste mundo sem ao menos se despedir direito delas.

Matthew, como sempre, escrevendo com o coração, e sem meras palavras. Ser direto é a especialidade dele.

Levei três dias para ler esse livro. Ele me prendeu bastante, mais também, me cansou muito. Não consigo imaginar a mente de uma pessoa como a de Leonard. A mãe estilista que sempre viaja e não tem tempo pra ele, o professor que percebe suas atitudes suicidas. Uau é eu acho que consigo sim imaginar a mente dele.

Sinopse do livro Perdão, Leonard Peacock

" Além da P-38, há outos quatro embrulhos, um para cada um dos meus amigos. Quero me despedir deles adequadamente. Quero dar para cada um algo que os faça se lembrar de mim, para que saibam que eu realmente me preocupo com eles e que lamento não ter sido mais do que fui - não poder ter continuado por perto -, e que o que acontecerá hoje não é culpa deles."
Hoje é aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele vai assassinar o ex-melhor amigo e depois se matar usando a P-38 que foi do avô, a pistola Reich. Talvez no futuro ele consiguisse acreditar que ser diferente é bom, até importante.
Mas hoje não.

Matthew Quick é também autor de "O lado Bom da vida". Não li o livro ainda, mais já assisti o filme e eu A.D.O.R.E.I.

E ai pessoal curtiram??? Espero que vocês leiam a história de Leonard e fiquem fissurados como eu.

Livro: Perdão, Leonard Peacock
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Tipo: Brochura
Páginas: 223

Beijinhoooos <3